Blefaroplastia


A região dos olhos é uma das primeiras a apresentar sinais de envelhecimento na face, dando por vezes aspecto de aparência cansada e de noites mal dormidas. A sua importância estética é fundamental devido à posição central na face e a grande participação na expressividade facial.

A blefaroplastia é a cirurgia das pálpebras realizada para restauração do aspecto jovial e descansado da região ao redor dos olhos.

Ela está indicada para tratamento de excesso de pele em pálpebras superiores que por vezes fazem dobras dificultando a aplicação de maquiagem ou até mesmo diminuindo o campo visual; bolsas de gordura protrusas nas pálpebras com aspecto de inchaço e cansaço; flacidez da pálpebra inferior com excesso de pele e rugas e algumas vezes lagoftalmo (queda da pálpebra inferior), mostrando a parte branca dos olhos.

A cirurgia é realizada por incisões no sulco da pálpebra superior (que fica escondido quando os olhos estão abertos) e logo abaixo dos cílios na pálpebra inferior (escondido pelos cílios). Retira-se o excesso de pele e gordura quando indicados, com bons resultados que costumam ser bastante duradouros. Muitas vezes a blefaroplastia pode ser associada a outros procedimentos como enxertia de gordura, que tem o papel de volumizar sulcos na face e melhoras a aperencia da pele devido a células tronco presentes na gordura. Outro procedimento comumente realizado em conjunto com a blefaroplastia e a ritidoplastia (cirurgia da face).

O cirurgião plástico deve discutir com o paciente as melhores opções para o tratamento de cada paciente e estabelecer um plano de tratamento após a cirurgia com cuidados dermatológicos para manutenção dos resultados.